Ano letivo 2016/2017

Experiência - Indicador de pH

Para fazermos o indicador de pH de couve roxa:
1.º - Num tacho, coloca algumas folhas de couve roxa e janta água até as tapar. Põe ao lume até a água ficar roxa;
2.º - Deixa arrefecer e, com muito cuidado, retira as folhas da couve roxa e coloca a água num copo.

Escolhe diferentes substâncias, como por exemplo: vinagre, bicarbonato de sódio, detergente da roupa, sumo de limão, óleo, azeite...
Coloca cada substância num copo/recipiente, de seguida junta um pouco da água da couve roxa em cada um deles e observa os resultados.

Escala de medição de pH com indicador de couve roxa.

AtrapalhaArte


O Grupo de produções teatrais de Coimbra "AtrapalhArte" veio à nossa escola apresentar: 
As Aventuras do Pinóquio

Gostámos imenso, eles são muito divertidos... no final do teatro até jogaram futebol connosco.


Experiência - Espuma com clara de ovo

Como se faz:
1.º- Separa-se a gema da clara e coloca-se a clara dentro de um copo alto e estreito;
2.º- Junta-se, à clara do ovo, água com corante;
3.º- Adiciona-se 2 colheres de bicarbonato de sódio;
4.º- Coloca-se o copo dentro de uma taça;
5.º- Adiciona-se o vinagre e observa-se.

Conclusão:
Concluímos que o dióxido de carbono gerado pela reação entre o vinagre e o bicarbonato de sódio não se consegue libertar da clara do ovo e acaba por a arrastar consigo fazendo o efeito espetacular que se pode observar na fotografia.


Metro quadrado


Deu-nos uma trabalheira! 


Dia de São Valentim


O imperador Cláudio II, durante seu governo, proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objetivo de formar um grande e poderoso exército. Cláudio acreditava que os jovens, se não tivessem família, alistar-se-iam com maior facilidade. 
No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Seu nome era Valentim e as cerimónias eram realizadas em segredo. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lançavam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor.



Pinguim

Para conhecer um pouco mais este animal e ver fotos espetaculares segue o seguinte link:

https://www.mundodosanimais.pt/aves/pinguins-como-nunca-os-viste/



Os pinguins são aves aquáticas, não voadoras e cujo habitat natural se situa no Polo Sul, em particular na Antártida. 
São aves peculiares, totalmente adaptadas ao seu estilo de vida aquático e a um clima severo, as suas asas estão adaptadas para nadar em vez de voar e têm penas impermeáveis. 
Existem 17 espécies de pinguins.


Experiência - Flores que mudam de cor

Material:
- Água;
- Corante;
- Flor branca;
- 1 Copo ou jarra transparente.


A nossa flor está a mudar de cor:
Isto acontece porque o caule da flor absorve a água que está no copo. A água irriga toda a planta até atingir as pétalas. Como a água está carregada de pigmentos coloridos, esses pigmentos migram com a água até ficarem depositados nas pétalas, deixando-as coloridas.

Trabalhos de inverno...






Experiência - Géiser com sal

No link podes observar "o pai dos geysers" - Islândia
http://www.fotoviajar.com/islandia/geyser-islandia-fonte-termal


Nesta experiência utilizámos sal em vez de mentos e o resultado foi idêntico, porquê?


Porque: O sal em contacto com um ácido liberta dióxido de carbono e este dá origem à "explosão de espuma".


Artistas de palmo e meio...



Experiência: Pimenta fugitiva


1.º - Coloca-se pimenta sobre a água (não cubra toda a superfície);
2.º - Coloca-se o dedo no centro da taça (nada acontece);
3.º - Coloca-se uma gota de detergente na ponta de um dos dedos;
4.º - Coloca-se o dedo que tem o detergente no centro da taça (a pimenta "corre" para as laterais do prato).

Conclusão:

O detergente reduz a tensão superficial da água (força que mantém as moléculas de água unidas em superfície), quando isto ocorre, as moléculas de água que estavam bem "agarradinhas" umas às outras relaxam, e deslizam para as laterais do prato levando consigo a pimenta.

Origami do pinguim




Bonecos de neve




Experiência: O gelo que afunda

1 copo com álcool + cubo de gelo
1 copo com água + cubo de gelo
(para observar melhor o cubo de gelo, pode-se colocar umas gotas de corante)

Conclusão:

O gelo é menos denso que a água e por isso flutua.
O gelo é mais denso que o álcool e por isso vai ao fundo, ou seja não flutua.

Arte de inverno...


Dia de Reis



Experiência: Bolas de sabão a flutuar


Bolas de sabão a flutuar:
Com esta experiência aprendemos que o dióxido de carbono produzido pela reacção do bicarbonato de sódio com o vinagre, faz flutuar as bolas de sabão. 

Depois o dióxido de carbono vai entrando lentamente dentro das bolas, estas aumentam o volume e tornam-se mais pesadas e afundam ou rebentam.