Ano letivo 2016/2017

O Carnaval...


No tempo dos romanos e infelizmente também hoje, era uma altura de excessos, em que tudo (ou quase tudo) era permitido. Bebia-se e comia-se até mais não poder, durante aqueles dias...
O Carnaval é festejado nos três dias que antecedem a Quaresma, que começa na Quarta-Feira de Cinzas e se prolonga até à Páscoa. É preciso dizer que a Quaresma é um tempo de jejum (40 dias).
A palavra "carnaval" pode ter sua origem na expressão latina "carrum novalis", com a qual os romanos abriam seus festejos, ou na palavra carnelevale, do dialeto milanês (de Milão, Itália), que significa "adeus à carne" - uma alusão ao início da quaresma.
Entrudo quer dizer "entrada na quaresma".
O Carnaval começa no Domingo Gordo, segue-se a segunda-feira de Carnaval, o Entrudo (a terça-feira), que é o dia principal, e a quarta-feira de cinzas, que já não conta é o início da Quaresma...


Palhacinhos de balão...



Escritora Paula Araújo


No âmbito do nosso projeto: "Viajar e Crescer no Mundo dos Livros", fomos À Biblioteca Municipal assistir a uma palestra dada pela escritora Paula Araújo.
O encontro realizou-se à volta do livro "Histórias sem Idade", da Chiado Editora, um livro que reúne 10 contos infanto-juvenis para todas as idades. Para a autora, Histórias sem Idade "é para todos os que têm imaginação e criatividade circulando nas veias do seu pensamento (...) é para todos aqueles que querem idealizar num livro um planeta só para si e fazer dele um local ideal para sonhar".
A escritora Paula Araújo afirma que, através do seu livro “Histórias Sem Idade”, pretende partilhar um pouco de si e, “enquanto pessoa e autora e transmitir algumas mensagens válidas e alguns valores, tentando despertar nos ouvintes e leitores o prazer pela leitura, a criatividade e a imaginação independentemente da sua idade”.

História da Menina Gotinha de Água...


A nossa escola está inscrita no Projeto Eco-Escolas, e um dos pontos importantes desse projeto é o tema: A ÁGUA, que é um bem essencial, que devemos cuidar.
E uma das atividades realizadas pela nossa turma, relacionadas com este tema, foi a abordagem deste livro:

A Menina Gotinha de Água fala-nos do ciclo da água, indispensável para a vida dos homens no planeta Terra, contando a história de uma gotinha de água que parte do mar, que se evapora, que viaja ao sabor do vento ao lado de tantos milhões de outras gotinhas de água, que como ela se transformam em chuva, dão vida às flores e comida aos homens, que descem ao fundo da terra, despertam numa fonte, num fio de água, num ribeiro que se transforma em rio e que regressam ao mar.
Depois da exploração deste livro, fizemos uma ficha de leitura e construímos alguns puzzles.

As nossas experiências...

Corrente elétrica:



Primeiro cortámos tiras de papel de alumínio e colámos uma delas num dos polos da pilha. De seguida enrola-se um bocadinho das tiras à volta da rosca da lâmpada e a ponta da tira que sobra cola-se no outro polo da pilha. TEMOS LUZ!!!!!!
Concluímos que ao ligar os dois polos através das tiras de alumínio estabelecemos um circuito elétrico, porque o papel de alumínio faz de condutor de eletricidade.

Os nossos pompons...



Que imaginação...

Pinguins...


Dez das 18 espécies de pinguins estão em vias de extinção. A pesca e a caça furtivas, os derrames de petróleo, as mudanças climáticas e a redução das camadas de gelo são as principais causas do fenómeno.
Habitam as zonas polares (no Pólo Sul), formando colónias de centenas e até milhares de indivíduos. Vivem em média entre 20 a 30 anos.
Sabias que os pinguins conseguem manter-se ao frio durante mais tempo do que qualquer animal do mundo?
E sabias que os ursos polares não os atacam? Porque vivem em Polos diferentes!
Os principais inimigos do pinguim são o leão-marinho, a foca e a orca.


Na altura da reprodução, o pinguim macho tem uma maneira curiosa de descobrir o sexo dos seus companheiros: apanha um seixo com o bico, dirige-se a um outro que esteja parado sozinho e deposita-o no solo em frente dele: Se receber uma bicada raivosa e observar um movimento agressivo, trata-se de um outro macho. Se o presente é recebido com indiferença, ele encontrou uma fêmea ainda não preparada para o acasalamento ou já comprometida com outro macho. Mas se o outro pinguim aceitar a oferta fazendo uma profunda reverência, é uma fêmea e ele encontrou a sua companheira.


Eles podem percorrer mais de 70 km por dia, nadando rapidamente e mergulhando a uma profundidade de até 200 metros.

Dia da amizade, do amor...

Neste dia, 14 de fevereiro, fomos à Biblioteca da nossa escola e ouvimos 3 histórias, uma contada pela representante dos pais da nossa turma (A história de amor de Pedro e Inês), depois uma linda história contada pela nossa professora (Gosto de ti) e por fim uma história contada pela bibliotecária (Bilhetinhos de namorados).

O amor de Pedro e Inês

Há muitos anos, no pequeno reino de Portugal, vivia um príncipe chamado Pedro.
Pedro cresceu até que seus pais lhe pediram para casar com a bela e doce Constança, e o belo casamento aconteceu.
Mas os príncipes não se amavam verdadeiramente como nos contos de fadas, pois Pedro não gostava verdadeiramente de Constança.
O príncipe amava Inês de Castro, uma aia de sua esposa que a tinha vindo acompanhar.
Os anos passaram e Constança estava cada vez mais triste, até que um dia morreu ao dar à luz um bebé chamado Fernando.
Depois de Constança morrer, Pedro e Inês ficaram juntos. Deste amor, nasceram quatro filhos, D. Afonso, D. Beatriz, D. Dinis e D. João.
O seu grande problema era D. Afonso IV não gostar de Inês. Por isso, a conselho dos seus homens, mandou executá-la, quando Pedro estava ausente.
Quando Pedro chegou a casa da sua caçada, encontrou o seu amor caído no chão, já sem vida.
D. Pedro ficou destroçado, mas nem por isso cruzou os braços. Mandou matar os assassinos e ordenou que fossem construídos dois túmulos magníficos, um para Inês e outro para quando ele morresse, que foram colocados no belo Mosteiro de Alcobaça.
D. Pedro I estava mais velho, até que chegou a sua hora.
E assim foi… Os dois amados puderam finalmente dormir o sono eterno, frente a frente, nos braços do belo e encantado Mosteiro de Alcobaça.

Gosto de Ti

Este livro identifica diferentes formas de gostar que se descobrem desde os primeiros anos de vida.
No dia em que o Hugo lhe disse que gostava mais dela que de qualquer outra pessoa no mundo, a Rosa ficou muito confusa. Como podia ele saber? Seria possível medir o Amor? Então isso queria dizer que o pai, a mãe e a avó não gostavam tanto dela como o Hugo? Depois de conversar com todos eles, a Rosa compreende por fim que o amor está no coração de todos aqueles que gostam de nós e que é impossível medi-lo.

Bilhetinhos de Namorados

«O que é um namorado? - Não sabes? Um namorado é...» e assim se inicia a história entre uma rapariga e um rapaz que partilham um com o outro a ideia que têm sobre os seus respetivos namorados.

Dia de São Valentim...



O imperador Cláudio II, durante seu governo, proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objetivo de formar um grande e poderoso exército. Cláudio acreditava que os jovens, se não tivessem família, alistar-se-iam com maior facilidade. No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Seu nome era Valentim e as cerimónias eram realizadas em segredo. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens jogavam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor.

Os nossos morceguinhos...

Com materiais recicláveis: garrafas de plástico, copos e garrafas de iogurte...